O SITE DA MEMÓRIA DA MÚSICA MUNDIAL

A MEMÓRIA DA

MÚSICA POPULAR

A HISTÓRIA DE

DISCOMENTANDO

DISCOS RAROS:

ONDE ENCONTRAR

CARNAVAL

1960-1968

DISCOS DE SUCESSOS:1958/ 64

OCORRÊNCIAS

MÊS A MÊS

FALE CONOSCO

Dados sobre artistas Como e onde começou Lojas com raridades Lista de músicas Lista de discos Acontecimentos Envie comentários
AGRADECEMOS A SUA VISITA
contador gratuito

BEM VINDO ! ESTE SITE RETRATA PARTE DA HISTÓRIA DA MÚSICA MUNDIAL. AGRADECEMOS AO NOS ENVIAR SEUS COMENTÁRIOS E SUGESTÕES. ATÉ MAIS !

SITES PARCEIROS

A História da MPB

As Galvão

Barra da Saia

Claudia Telles

Clube dos Compositores do Brasil

Dicionário Cravo Albin

Gravadora Revivendo

Guia da Música

 

SITES PARCEIROS

Jornalismo Cultural

Luiz Henrique - cantor

Marion Duarte

Memórias Futuras

Mídia Louca

Músicas Antigas

Record Collector

Som do Norte

Toque Musical

Wikipedia

 

 TUDO PASSA...

 

O tempo passa...

A vida passa...

A nuvem passa...

A chuva passa...

O ferro elétrico passa...

A banda passa...

A uva passa...

A oportunidade passa.

Só não passa a corrupção!

 

 

LEMBRANDO UM LP

Disco Long-Play

Título: Gaúchos na Cidade

Intérprete: Conjunto Farroupilha

Gravadora: Columbia - Lançamento: 1958

 

 
 

RESGATE DA DANÇA MODERNA DE

 MARTHA GRAHAM NO BRASIL  

Fotos de Cintia Bracht  


Nos dias 18 e 19 de abril, a bailarina e coreógrafa gaúcha, Marilice Bastos, irá participar do projeto "Cartografias do Possível" no Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo, em São Paulo capital. Seu projeto foi selecionado para ser apresentado por ser reconhecido pela sua importância: resgatar a história da dança moderna de Martha Graham da cidade de Porto Alegre - RS/Brasil. Segundo Marilice Bastos, esta técnica está extinta no Brasil. Marilice conta que os profissionais modernistas, da dança de nosso país, a grande maioria já faleceu e, com isto, a prática da dança moderna e sua história também foi apagada, e poucos profissionais, por acreditarem na importância desta memória, ainda resistem e lutam para manter e passar os ensinamentos aprendidos. Para ela, isto é comum acontecer num país que aprendeu a receber influências de outras nações, que foi explorado por outros países, que foi escravizado, um país que não teve suas origens preservadas e foi devastado. Acostumamos a fazer e a valorizar o que está na moda, sempre com atraso nas tendências, sempre deixando de lado o que foi pesquisado e construído por profissionais brasileiros.

 A dança moderna de Martha Graham foi criada por Martha Graham, bailarina e coreógrafa americana, no início do século XX. A técnica de Martha Graham foi trazida à Porto Alegre pela bailarina e coreógrafa Cecy Frank, a qual já é falecida, e é de extrema significância para a história da arte de nosso estado. Marilice Bastos aprendeu a técnica com a aluna da Cecy Frank, Nair Mora. Há dois anos Marilice Bastos ministra aulas de dança moderna de Martha Graham no Espaço Cultural DCDA em Porto Alegre - RS/Brasil, ela é a única a ensinar esta prática na cidade. A proposta do evento é preservar a história da dança moderna de Martha Graham na nossa cidade, sugerindo a possibilidade de encontro com a contemporaneidade e a transdisciplinaridade das artes, através de um relato de experiência. 

O evento se dará em três etapas: Lançamento do videodança denominado “À dor nacion” que tem a participação dos músicos de reconhecimento nacional e internacional, Paulo Dionísio, Gustavo Herscovitz, Cristhyan C. Nunoz, Gutcha Ramil Magalhães, Andressa Ferreira e Guga Munhóz, os quais fizeram a composição original para a obra apresentada.
Performance de dança da bailarina e coreógrafa Marilice Bastos, que aborda a dança moderna de Martha Graham num diálogo com o corpo contemporâneo tendo como ensaiadora e diretora a mestra Victória Milanez, diretora do Ballet Concerto, escola altamente prestigiada na arte da dança gaúcha, de extrema relevância nacional e internacionalmente. Bate-papo sobre a experiência de Marilice Bastos, bailarina de dança contemporânea que utiliza-se da dança moderna de Martha Graham para o processo de criação coreográfica e dramatização da sua arte em Porto Alegre -

RS/Brasil, inspirado no artigo IMPRESSÕES DA DANÇA DE MARTHA GRAHAM EM PORTO ALEGRE - UM RELATO DE EXPERIÊNCIA, escrito por Marilice Bastos, publicado no livro, "Olhares da dança em Porto Alegre"(2016). 

Dias: 18 e 19 de abril de 2018 
Horário: 19:00 horas.
Entrada franca.
Local: Centro de Referência da Dança da Cidade de São Paulo. Galeria Formosa - Baixos do Viaduto do Chá, s/n - Centro, São Paulo - SP, 01037-000
O evento será aberto ao público de todas as idades.

 

Duo vem conquistando fãs na América Latina

. Foto  Affi Stocker

 

Com trajetória em ascensão, o Ainda Duo pede ouvidos atentos 

Uma das maiores revelações da música argentina da atualidade, com trajetória em ascensão internacional, o Ainda Duo, integrado por Esmeralda Escalante e Yago Escrivá,  faz o seu próprio caminho e suas composições pedem ouvidos atentos em meio ao turbilhão das granes metrópoles. 

Com três discos na bagagem: “Animal” (2018), “Segundo” (2015) e “Uno” (2013), a dupla tem percorrido a América Latina divulgando o seu trabalho e conquistando fãs. A qualidade da dupla, que fez muito barulho em sua Argentina natal e que ultimamente foi internacionalizada, é sua principal virtude. 

Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4)

NFORMAÇÕES SOBRE...

Clique abaixo no nome da página que deseja verificar  

 

Seriado Everybody Loves Raymond

Programa A Sua Manhã de Domingo (Rádio Pampa-Porto Alegre)

Rádio Itaí

Rádio Pampa  

 

Clique abaixo no nome da página que deseja verificar  

Adelaide Chiozzo - Agnaldo Rayol - Agostinho dos SantosAlberto Ribeiro - Altemar Dutra - Ana Lúcia - Ângela CarlosÂngela Maria - Armando Abelardi  

 

Barra da Saia - Bert Kaempfert - Búzios (RJ)  

 

Carlinhos Mafasoli - Carlos Nobre - Cauby Peixoto - Celly Campello - Conjunto Flamingo - Conjunto Flamboyant - Conjunto Norberto Baldauf  

 

Dalva de Oliveira - Demétrius - Demônios da Garoa - Denis Brean - Dilermando Reis - Dupla Ouro e Prata  

 

Edith Veiga - Elis Regina - Elza Laranjeira - Emilinha Borba - Enrico Simonetti - Erica Norimar - Everybody Loves Raymond (seriado americano)  

 

Franck Pourcel  

 

Gordurinha  

 

Harry Zimmermann - Hebe Camargo - Helmuth Zacharias - Herivelto Martins  

 

Idalina de Oliveira - Inezita Barroso  

 

Jair Alves - Johnny Mathis - Jorge Veiga - Juca Chaves  

 

Leila Silva - Leny Eversong - Leo Romano - Luiz Wanderley  

 

Marcia Elisa - Maria Katyra - Mario Albanese - Mario Gennari Filho - Mario Mascarenhas - Mario Zan - Marion Duarte - Maysa - Miguel Aceves Mejia - Moacyr Franco - Morgana Cintra  

 

Nilo Amaro - Noel Rosa - Núbia Lafayette  

 

Orquestra de Espetáculos Casino de Sevilla - Oswaldinho e Zé Bernardes

Pat Boone - Paulo Marquez - Pery Ribeiro - Programa A Sua Manhã de Domingo  

 

Rádio Itaí - Rádio Pampa - Ray Conniff - Reynaldo Costa - Roberto Audi - Roberto Luna  

 

Santana - Silvio Silva - Simonetti - Sulino e Marrueiro - Sylvia Telles - Sylvio Mazzuca  

 

Titto Santos - Tobias Troisi - Trio Irakitan - Trio Marayá  

 

Vanja Orico

Xavier Cugat

Zé Fidelis - Zé Gonzaga - Zico Mazagão  

 

Waldemiro Lemke - William Forneau

Alexandre Vieira lança o álbum NOVO 

Novo trabalho do artista é considerado de grande maturidade pela crítica. 

Foto: Janaína Lobo

Sobre o NOVO:

Lançado ao final de 2017 nos formatos Long Play (LP), Compact Disc (CD) e disponibilizado nas principais plataformas de música digital como Spotify, Deezer e Google Play, NOVO conta com a participação de vinte e sete músicos, entre cantores e instrumentistas, como Nelson Coelho de Castro, Bebeto Alves, Andréa Cavalheiro, além dos uruguaios Sebastián Jantos e Dany López, e Lucas Kinoshita, com quem Alexandre divide a direção musical do projeto. 

O processo de criação do disco ocorreu em etapas, entre 2010 a 2014, passando por vários estúdios, seções de gravação, edição, mixagem e masterização, numa produção realizada entre Porto Alegre, Montevidéu, Rio de Janeiro e nas cidades de Aveiro e Porto, em Portugal. 

Sobre Alexandre Vieira:

Músico e professor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Alexandre Vieira é graduado, mestre e doutor em música pelo Instituto de Artes da UFRGS. Envolvido em projetos de canção autoral desde meados da década de oitenta, tem entre seus principais trabalhos colaborações com artistas da cena local como Mário Falcão, Pablo Lanzoni, Leandro Maia e Zé da Terreira. Destaque especial para sua atuação entre 1998 e 2002 no quinteto popular de câmara Café Acústico - grupo vencedor de dois Prêmios Açorianos de Música. Em 2005 foi pioneiro ao lançar na WEB o álbum Chacarera Blues, composto por um apanhado de mais de vinte anos de composições.

Assessoria de Imprensa: Silvia Abreu (MTB 8679-4) | 05/04/18

O MÊS DE ABRIL NA HISTÓRIA DA MÚSICA MUNDIAL

Em 1873, 1 de abril – Nasce Sergei Vasilievich Rachamaninoff, compositor, pianista e maestro russo. Morre em 28 de março de 1943.

Em 1897, 23 de abril – Nasce Alfredo da Rocha Viana Filho, o Pixinguinha, compositor, instrumentista e arranjador. Morre em 17 de fevereiro de 1973.

Em 1902, 1 de abril – Nasce o popular cantor e compositor Moreira da Silva.

Em 1910, 25 de abril – Nasce Custódio Mesquita, compositor, ator, pianista e regente de orquestra. Morre em 13 de março de 1945.

Em 1913, 24 de abril – Nasce Castello Carlos Guagliardi, em Buenos Aires, mais conhecido no Brasil como o cantor Carlos Galhardo. Morre em 25 de julho de 1985, no Rio de Janeiro.

Em 1914, 30 de abril – Nasce em Salvador, Bahia, o cantor e compositor Dorival Caymmi.

Em 1915, 4 de abril – Nasce no Condado de Issaquena, Mississipi, EUA, Muddy Waters, músico de blues. Morre em 30 de abril de 1983.

Em 1918, 23 de abril – Nasce em Juiz de Fora, Minas Gerais, Geraldo Pereira, compositor. Morre em 8 de maio de 1955.

Em 1919, 3 de abril – Nasce em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Elvira Laitano Santos. Morre em 14 de julho de 2010.

Em 1920, 9 de abril – Nasce Roberto Silva, cantor sambista.

Em 1922, 13 de abril – Nasce Ivone Lara, ou Dona Ivone Lara, compositora e cantora sambista.

Em 1923, 20 de abril – Nasce no East-Harlem, em New York, Ernesto Antonio Puente, mais conhecido como Tito Puente, instrumentista, arranjador, maestro e compositor, no gênero da música latina, passando pelo mambo, cha cha cha, salsa, merengue, boogaloo, shingalin, jazz e rock latino. Em 1948 monta sua própria orquestra.

Em 1928, 28 de abril – É fundada no Rio a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, por Cartola, Carlos Cachaça, Zé Espinguela e outros.

Em 1929, em abril – Nasce em Leesburg, Estado da Georgia, Estados Unidos, o cantor Ray Hamilton, que já aos 6 anos de idade cantava no coro da igreja de seu bairro. Seu primeiro sucesso ocorreu em 1955 ao gravar a imortal “Unchained Melody”.  

Em 1929, 17 de abril – Nasce, em São Paulo, Odete Righi Bertoluzzi, atriz, cantora e escritora, falecida em 4 de fevereiro de 2015.

Em 1941, 19 de abril – Nasce em Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo, Roberto Carlos, cantor e compositor.

Em 1941, 29 de abril – Nasce Nana Caymmi, cantora.  

Em 1942, 24 de abril - Nasce em New York, EUA, Barbra Streisand, cantora e atriz.

Em 1943, 3 de abril – Nasce Antonio Rosas Sanches (Manito, saxista), em Vigo, província de Pontebedra, na Galícia, Espanha, integrante do grupo The Clevers.

Em 1946, 5 de abril – Nasce Luiz Franco Tomaz (Netinho, baterista), em Santos (SP), integrante do grupo The Clevers.

Em 1949, 28 de abril – Nasce Paulo César Pinheiro, cantor, compositor e violonista.  

Em 1952, 25 de abril - Nasce em Niterói, RJ, Jessé (Jessé Florentino dos Santos), cantor e compositor. Morre em 29 de março de 1993, em Ourinhos, SP.

Em 1955, em abril – Bill Halley and his Comets superam a venda de um milhão de discos com “Rock Around The Clock”.

Em 1956, 1 de abril – Nasce Zé Renato, cantor.

Em 1958, 4 de abril – Nasce Cazuza, cantor e letrista. Integrou o grupo Barão Vermelho na década de 80. Morreu em 7 de julho de 1990.

Em 1961, em abril – Lançamento do LP “Elizeth Cardoso – A Meiga Elizeth”, em selo Copacabana.

Em 1965, 6 de abril – Elis Regina vence o I Festival de Música Popular Brasileira, realizado pela TV Record, com a música “Arrastão”, de Edu Lobo e Vinicius de Morais.

Em 1965, 28 de abril – Lançado o primeiro programa na CBS, nos Estados Unidos, com Barbra Streisand.

Em 1969, 20 de abril – Morre o sambista, cantor e compositor Ataulfo Alves.

Em 1974, 28 de abril – Nasce em Alcobendas, Espanha, a atriz Penélope Cruz.

Em 1981, em abril – O governo da Jamaica concede a Ordem do Mérito a Bob Marley.

Em 1983, 2 de abril – Morre no Rio de Janeiro a cantora Clara Nunes ao submeter-se a uma simples cirurgia estética.

Em 1983, 30 de abril – Morre, em Westmont, Illinois, EUA, Muddy Waters, músico de blues, nascido em 4 de abril de 1915.

Em 1991, 29 de abril – Morre em acidente automobilístico, no Paraná, Luiz Gonzaga Junior, o Gonzaguinha, cantor e compositor.

Em 1993, 20 de abril – Morre o ator mexicano Mario Alfonso Moreno Reyes, o Cantinflas.

Em 1998, 18 de abril – Morre Nelson Gonçalves, criador de muitos sucessos em ritmo de samba-canção.

Em 2002, 12 de abril – Morre no Rio o cantor e sanfoneiro Zé Gonzaga (José Januário dos Santos).

Em 2002, em abril – O CD “Nois e a Viola”, com As Galvão, faz sucesso no gênero sertanejo.

Em 2005, 12 de abril – Morre no Rio de Janeiro a cantora Heleninha Costa.

Em 2005, 12 de abril – Morre Evaldo dos Santos Lima, o Coroné, último integrante da formação original do Trio Nordestino.

Em 2010, abril – Discomentando publica matéria sobre o orquestrador Ray Conniff. Claudia Telles lança o álbum “Quem Sabe Você”. A banda feminina Sempre Livre volta aos palcos.

Em 2012, 25 de abril - Morre Dicró (Carlos Roberto de Ocolorliveira), cantor e compositor de sambas satíricos, em Magé, RJ, nascido em Mesquita, RJ, em 14 de fevereiro de 1946.

Em 2013, 8 de abril - Morre em Madrid a atriz e cantora Sarita Montiel, nascida em 10 de março de 1928.

Em 2016, 17 de abril – Morre em Los Angeles, Califórnia, EUA, a atriz norte-americana Dóris Roberts, aos 90 anos, nascida em 4 de novembro de 1925, em St. Louis, Missouri, EUA.

Em 2016, 21 de abril – Morre em Chanhassen, Minnesota, EUA, o cantor e guitarrista Prince, aos 57 anos, nascido em 7 de junho de 1958, em Minneapolis, Minnesota, EUA.

Em 2016, 24 de abril – Morre em Nova Jersey, EUA, o cantor Billy Paul, aos 71 anos, nascido em 1 de dezembro de 1934, na Filadélfia, EUA.

Em 2017, 23 de abril – Morre no Rio de Janeiro o cantor Jerry Adriani, nascido em São Paulo em 29 de janeiro de 1947.

Em 2017, 30 de abril – Morre em Santa Cruz do Sul (RS) o cantor e compositor Belchior (Antonio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes), nascido em Sobral (CE) em 26 de outubro de 1946.

 

VOLTAR PARA O INÍCIO DA PÁGINA

 
>